domingo, 9 de agosto de 2009

Vasco - RJ

Em homenagem ao dia dos pais prometi publicar o Vasco da Gama time de coração do meu velho. Meu pai, Luiz Eugênio Raposo já chegou até a bater sua bolinha, jogou no Caxias aqui de Joinville por volta de 1957. Pra quem não sabe, Caxias e América em 1976 fizeram uma fusão para formar o Joinville Esporte Clube. O Caxias era o time da zona sul da cidade, da classe média baixa, do operário, do negro, o América era da elite, em geral moradores da zona norte da cidade e descendentes de alemães. Quando se encontravam pelo campeonato catarinense era uma verdadeira loucura, Joinville literalmente fervia.
Na época que meu pai jogava ele ainda era juvenil e chegou a participar de alguns jogos do profissional, inclusive participou de um clássico da cidade. O goleirão Jairo, que depois defendeu Corinthians e Flu, fazia parte desse elenco. Infelizmente uma contusão no joelho tirou meu pai dos gramados. Artista e publicitário, "Seu Luiz" me ensinou muita coisa positiva, inclusive a arte de jogar botão, conseguia transformar uma fôrma de bolo quadrada em um belo campo onde jogávamos tarde e noites.
Torcedor do Vasco e São Paulo, meu pai gostava muito de Ademir de Menezes, o "Queixada", atacante que jogou a Copa de 50 e que defendeu o Sport Recife, Vasco e Flu. Em São Januário foi tetracampeão carioca e fez 301 gols em 429 partidas.
Então essa vai para o velho Raposão e para os milhares de papais vascaínos espalhados pelo planeta!!!

5 comentários:

Jogo_de_Botão/Futebol_de_Mesa disse...

Olá, Fábio, bom dia!
Parabéns pela homenagem!
Está aí um jogador - Ademir de Menezes -, que eu gostaria de ter visto jogar! Tudo o que sei a respeito dele e de seus contemporâneos aprendi naquilo que de alguma forma foi divulgado pela mídia esportiva e chegou até nossos dias. Fico imaginando como seria interessante assistir a uma partida de futebol daquela época, e poder ver em ação não apenas o "Queixada", mas, também, seus colegas de equipe, muitos dos quais, como ele, tornaram-se igualmente verdadeiras lendas do futebol brasileiro, como
o goleiro Barbosa (um eterno injustiçado, por sinal), Augusto, Rafagnelli, Danilo Alvim, Jorge, Eli, Maneca, Friaça, Haroldo, Chico, Heleno de Freitas, Ipojucam, Mário, Jair da Rosa Pinto e tantos outros, para citar apenas alguns deles!...
Engraçado sentir saudade de um tempo que não vivemos...
Voltando à homenagem, aproveito para expressar a todos os pais, o meu respeito e a minha admiração!
Vitor

Gerson Nuevo disse...

Irmão, em 1º lugar, parabéns por esta meressidíssima HOMENAGEM à todos os Pais, em 2º lugar, parabéns pela arte que está fazendo na criação destes maravilhosos kits. E por último Parabéns à vc que tbém é PAI!!!
Enfim, esta camisa do Vasco-RJ ficou mto legal e assim vem sendo com os seus escudinhos que tem criado, todos mto fiel e com ótima qualidade...
Valeu Fabião, um abração e até a próxima postagem!
Gerson Nuevo

Jota G. disse...

Alô Fábio:
Sou de São José, SC e gostaria de parabenizá-lo pelo blog. Sou Vascaíno e Figueirense mas simpatizo muito pelo JEC pois eu era pequeno e acompanhava o Joinville nos Brasileiros dos anos 70. Inclusive tenho um time do JEC de botão. Mas estou procurando os escudinhos da Universidad de Chile (não é a católica!). Você faz? Ou sabe onde posso encontrar? Grande abraço, Jean.
PS: Belo Vasco que você fez, heim?

Jota G. disse...

Onde se lê "anos 70", leia-se anos 80. Valeu!

FÁBIO RAPOSO disse...

Olá Jota G, fique no aguardo que em breve estarei publicando os escudos do Universidad de Chile!!!