segunda-feira, 25 de maio de 2009

Wolfsburg - Alemanha

A homenagem hoje vai para o Wolfsburg campeão da Bundesliga 2008-2009. O clube surgiu em 1945 e desde 2001 é controlado pela montadora de automóveis Vokswagem. Foi o primeiro título alemão do clube que tem como destaque, os brasileiros Josué e Grafite (artilheiro do campeonato com 28 gols). Aliás a dupla de ataque formada por ele e o bósnio Dzeko fez junta 54 gols, batendo o recorde de Gerd Müller e Uli Hoeness, que nas temporadas 71/72 e 72/73 fizeram 53 gols juntos pelo Bayern. A diretoria do Wolfsburg já decretou que não vende os dois por preço algum.

Antes de conquistar o festejado título, o máximo que o Wolfsburg havia conseguido no futebol alemão era um segundo lugar na Copa da Alemanha, em 1995, quando perdeu para o Borussia Mönchengladbach.
No último domingo (24/5), os lobos precisavam apenas de um empate na última rodada com o Werder Bremen, mas acabaram goleando por 5x1.

Mudando de assunto... Não esqueci os pedidos do Felipe (com os uniformes estilizados 1 e 2 do São Paulo) e o amigão Gerson Nuevo (uniforme estilizado da Ponte away). Aguardem...

O Wolfsburg jogava pelo empate na última rodada da Bundesliga, mas acabou goleando o Werder Bremen por 5x1 e levou o título inédito.

3 comentários:

Gerson Nuevo disse...

Fabião,
Espetacular...fantástico, ficou show o kit dos "Rivais" de S.José do Rio Pardo-SP, cidade admirável onde passei boa parte da infância, já que minha família éra de lá. Tive a oportunidade de assistir à um clássico local na década de 80. Apesar de extintos, os Masters de ambos os clubes fizeram um jogo comemorativo pra lá de emocionante. Foi uma chuva de gols numa manhã de domingo ensolarada, a torcida estava bem dividida e meus pais e tios torciam pelo Rio Pardo F.C. que acabou derrotado, não me recordo o placar final do jogo, mas senti que havia uma grande rivalidade na cidade. Pois os vencedores passaram a tarde toda comemorando em um bar próximo a Igreja Matriz com bandeiras e fogos.
O mais emocionante disto é que vou relembrar este clássico com a galera aqui na Liga...o meu pai já se escalou..."EU VOU JOGAR COM O RIO PARDO" disse ele...RS!
E um dos RESPONSÁVEIS por este momento mágico que une famílias, amigos e até "inimigos" ao redor de uma mesa de futebol de botão é VOCÊ! Mais uma vez...OBRIGADO! E Parabéns pelo blog que além da qualidade está crescendo em quantidade.
Fabião, aquele abraço...fica com Deus irmão! Aguardo ansioso a Macaca Away.

Kevin disse...

Fabio!

Gostaria de fazer tres pedidos para vc.como eu quero renovar a minha coleção de botões e os seus escudinhos, está entre os top ( na minha avalição ),pensei porque não os escudinhos do Fabio, bom ai vai os pedidos: o Nautico, Bahia ( listrato ) e o seu time que infelizmente eu não vi ai no blog o Fluzão, agradeço desde já pela ajuda que estará prestando a esse botonista.

FÁBIO RAPOSO disse...

Muito obrigado pelos elogios, fico realmente muito motivado e emocionado com histórias como essa do Gerson. O futebol de botão e o próprio futebol em si tem essa atmosfera agregadora. A minha infância também foi marcada por momentos de alegria e tristeza que o futebol proporcionou ao lado da minha família. Títulos que o Joinville e o Fluminense conquistaram nos anos 80. Me lembro como ontem do gol de barriga do Renato contra o Flamengo "poderoso" de Romário.
Até a derrota da Lusinha para o Grêmio na final do brasileiro de 96. Minha mãe (não sei como) conseguiu arrumar uma bandeira da Portuguesa. Essa semana fui a uma banca de revistas usadas e vi uma coleção gigante da revista Placar. Muitas delas eu tive quando era pequeno, relembrei a expectativa que a gente tinha, esperando sempre o próximo número que vinha com os escudinhos na última página.
Logo, logo sai aquela Macaca Away.

Kevin: Não havia publicado o Flu, com esperanças que ele conquistasse a Copa do Brasil e eu pudesse colocar ele na Série Campeões 2009 (hehehehe).
Já estou preparando Flu e os nordestinos do Náutico e Bahia!
Vou postar eles separados, ok?
Grande abraço a todos e muito obrigado pelos posts!!!

FÁBIO RAPOSO